fbpx

Atualmente, é possível descobrir as particularidades das pessoas por meio das análises genéticas, e esses dados trazem diversas vantagens, como:

 - Otimização dos tratamentos.

 - Prevenção de enfermidades.

 - Aumento do desempenho atlético.

 - Melhora da saúde da pele.

 - Elaboração de uma dieta personalizada.

 - Administração mais eficiente de medicamentos.

 - Oferecimento de informações esclarecedoras acerca das características hormonais.

Os hormônios atuam como importantes reguladores de uma vasta quantidade de reações químicas do nosso organismo. Portanto, regulam as alterações morfológicas, bioquímicas e funcionais das nossas células. Desta maneira controlam o crescimento, maturação, diferenciação, regeneração, reprodução, pigmentação, comportamento, envelhecimento, etc. O metabolismo dos hormônios é influenciado por fatores ambientais e fatores genéticos e epigenéticos. Diversas variantes genéticas são capazes de definir o nível de produção de hormônios e assim influenciar o risco de câncer, Alzheimer, diabetes, síndrome metabólica; intensificar ou retardar o processo de envelhecimento e prevenir ou retardar a Alopecia Androgenética (calvície). A boa notícia é que conhecendo essas variantes genéticas podemos utilizar a dieta, suplementação e modulação para modularmos o metabolismo de hormônios e assim minimizar o risco de desenvolvimento de várias doenças, proporcionar o envelhecimento saudável por maior tempo e minimizar ou prevenir a calvície.

Atualmente a Multigene oferece quatro perfis de genotipagem para o metabolismo hormonal:

Perfil de Genotipagem em Fisiologia da Longevidade

Abrange 29 variantes genéticas envolvidas no metabolismo dos principais hormônios como: melatonina, pregnenolona, progesterona, testosterona, cortisol, FSH, LH, SHBG, GH, etc.

Perfil de Genotipagem em Fisiologia da Longevidade Master

Além dos variantes genéticas citadas anteriormente, também inclui variantes genéticas envolvidos no metabolismo da vitamina D e intervenção com PUFA para modulação dos hormônios eicosanoides.

Perfil de Genotipagem para Metabolismo de Estrógenos

Analisa 18 variantes genéticas envolvidas no metabolismo de estrógenos associados a maior risco de câncer de mama e próstata. Este perfil, além de conter informações sobre o risco de desenvolvimento de câncer de mama e próstata associado ao metabolismo de estrógenos, permite sugerir medidas preventivas personalizadas para modular (adequar) a expressão dos genes analisados e assim minimizar o risco de desenvolvimento de câncer de mama e próstata associado ao metabolismo de estrógenos.

Perfil de Genotipagem para Alopecia Androgenética

Estima-se que 70% dos homens e 40% das mulheres possam ser afetados pela Alopecia Androgenética (calvície), em algum período da vida. A maior responsável é a ação da enzima 5α-redutase, que transforma testosterona em hidrotestosterona (DHT). No couro cabeludo, o DHT pode promover a miniaturização folicular: os folículos capilares gradualmente diminuem de tamanho, a fase de crescimento do cabelo (anágena) fica cada vez menor, as fases de descanso (catágena e telógena) se prolongam e os fios tornam-se mais finos e ralos, até pararem de nascer por completo. Alopecia androgenética apresenta forte influência genética. A identificação de variações genéticas que levam a maior risco de calvície, pode permitir a modulação da expressão de genes envolvidos, diminuindo o risco e prevenindo o desenvolvimento de calvície.

Para saber mais entre em contato pelo celular (14) 99178-3299

logobranca2

Parque Tecnológico Botucatu

Rod Gusmão Dal Farra, Km 7 - 184 metros

Sala Pós-incubação 06

Jardim Aeroporto

Botucatu - SP

Email: atendimento@multigene.med.br

Telefone: (14) 99178-3299

SAC: 0800 006 0055

 

Galeria de Imagens