fbpx

Perfil de Genotipagem para Suplementação de Ácido Fólico, Colina e Vitamina B12 em Gestantes

Perfis de Genotipagem para Suplementação Periconcepcional ou Gestacional

Perfil para Suplementação Periconcepcional ou Gestacional com Ácido Fólico, Colina e Vitamina B12

Na prática clínica, recomenda-se a suplementação com ácido fólico dois meses antes da concepção (periconcepcional) até o final do primeiro trimestre de gravidez para redução de mal formações, principalmente defeitos de fechamento de tubo neural (NTD), como espinha bífida, meningocele, mielomeningocele, encefalocele e anencefalia, além de reduzir os casos de paralisia de membros inferiores, incontinência urinária e intestinal nos bebês e prevenir diferentes graus de retardo mental e dificuldades de aprendizagem escolar. Segundo dados Americanos, realmente a suplementação com ácido fólico e adequado consumo de folato em geral exerce um efeito protetor, podendo reduzir em até 75% os casos de NTD.

Entretanto, níveis excessivos de ácido fólico podem levar a menor peso ao nascimento e hipoteticamente a maior risco de algumas doenças. Um estudo recente, realizado com 1391 pares de mães e seus bebês da cidade de Boston, relatou que níveis quatro vezes maiores de ácido fólico na mãe podem levar a risco duas vezes maior do filho desenvolver Transtorno do Espectro Autista. Além disso, níveis excessivos de vitamina B12 podem triplicar o risco de desenvolvimento de Transtorno do Espectro Autista.

Quando os níveis de ambos: ácido fólico e vitamina B12 forem excessivos o risco de desenvolvimento de Transtorno do Espectro Autista pode ser até 17,6 vezes maior. Portanto, tanto o excesso quanto a deficiência de ácido fólico e vitamina B12 podem ser prejudiciais. Nesse mesmo estudo, os pesquisadores relataram que 10% das mulheres apresentaram níveis excessivos de ácido fólico e 6% das mulheres estudadas apresentaram níveis excessivos de vitamina B12.Vários estudos relatam que a quantidade de ácido fólico a ser suplementada está relacionada a algumas condições: IMC > 35, mãe portadora de Diabetes, má absorção de ácido fólico, uso de medicamento que leve a má absorção de ácido fólico, história prévia de NTD, alelo G do SNP A80G do gene RFC, alelo A do SNP G1985A do gene MTHDR, Alelo T do SNP C677T ou C do SNP A1298C do gene MTHFR, etc. Sugere-se que mulheres portadores destas condições devam ser suplementadas com 5mg/d de ácido fólico dois meses antes da concepção até o final do terceiro trimestre de gravidez.

Mulheres não portadoras das condições relatadas anteriormente recomenda-se suplementar com 0,8 a 0,9 mg/d (Kennedy e Koren, 2012). Em virtude disto, a Multigene desenvolveu um perfil específico para ajudar o médico ou nutricionista a estimar a melhor dosagem para suplementação de ácido fólico, vitamina B12 e colina, pois como descrito acima tanto a deficiência quanto o excesso podem ser prejudiciais. Este perfil avalia 20 variantes genéticas.

Para saber mais entre em contato celular (14) 99178-3299

logobranca2

Parque Tecnológico Botucatu

Rod Gusmão Dal Farra, Km 7 - 184 metros

Sala Pós-incubação 06

Jardim Aeroporto

Botucatu - SP

Email: atendimento@multigene.med.br

Telefone: (14) 99178-3299

SAC: 0800 006 0055

 

Galeria de Imagens